01 setembro 2015

RIA DE AVEIRO (que pena darem cabo dela)

1. Parecia uma manhã de sonho...
2. Eis senão quando uma descarga...
3. Quem por lá vive ficou aflito...
4. Veio à tona tentar perceber...
© Fotografias de Pedro Serrano, Torreira, Agosto 2015.