02 março 2010

HIPÓTESE NULA



À fosforescência de um ecrã de computador
Ou nas quadriculadas páginas de um caderno
Quem dera poder calcular a incidência do amor eterno
Isso sim, seria um exercício moderno!
Mas o amor é como a noção de bem-estar
Que a Organização Mundial nos impingiu:
Se ainda agora aqui o via
Onde está - que já fugiu? 

Hipótese nula é um poema epidemiológico. Alguns esclarecimentos sobre conceitos técnicos usados:
Hipótese nula: Modo de testar estatisticamente o significado de uma hipótese de investigação, a hipótese nula enuncia-se afirmando que não existe associação entre um factor e um efeito. Claro que a esperança do investigador é poder rejeitar a hipótese nula e deste modo afirmar que há uma relação entre o factor e o efeito.  
Incidência: Medida da ocorrência de doença/estado mórbido numa população, o conceito de incidência toma em consideração apenas os novos casos de doença surgidos ao longo de determinado período de tempo e tenta medir a sua duração exacta. É um conceito dinâmico, baseado no sentido de uma mudança de um estado para outro estado.
Organização Mundial: Referência à Organização Mundial de Saúde que define saúde como "um estado de completo bem-estar físico, psíquico e social e não apenas a ausência de doença".

© Fotografia de Pedro Serrano, Kamakura (Japão), 2006.