23 fevereiro 2014

ÚNICO


Meu filho único
É único
Como só as coisas sem par
Aquelas que gostaríamos
De levar a dobrar, mas
De todo não podemos, pois
“É o único que temos...”
E não o podemos deixar
Por menos
Porque é único



© Fotografia de Pedro Serrano, Kamakura (Japão), 2006.