29 março 2013

1 + 1 + 1 = 3


Antes que ele se escoe de todo deixem-me contar-vos que este mês de Março de 2013 este blog fez três anos, isto é: já tem dentes, deixou de usar fralda e anda sozinho.
Lembro-me de, há um ano atrás, num texto a que chamei Os Anéis de Saturno, ter celebrado as 36.000 visitas; pois agora estou muito contente com as actuais 76.500 – num ano a coisa mais do que duplicou!
Quanto aos visitantes, nos últimos meses (é isso que o Google me diz) a maior fatia veio de Portugal, a que se seguiram os Estados Unidos da América, a China, a Ucrânia e o Brasil! O que quer isto dizer não faço ideia, meus amigos, eu próprio fico boquiaberto com as proveniências. São pessoas? É por causa da diáspora? Da crise, que chutou centenas de milhares da pátria para fora? São apenas fantasmas electrónicos?
O mais visitado em semcompromisso.com são as páginas temáticas que aparecem ao lado direito da página principal: Coração Independente (com 3.300 leituras – quase duas edições de um livro em papel); Redacção e Apresentação de Trabalhos Científicos (onde está disponível um capítulo sobre a desértica matéria de como apresentar referências bibliográficas – 2.417 visitas); a tradução que fiz com a Angelina Barbosa das letras das canções do Bob Dylan com 1.276 e, abaixo do limiar dos mil, mas andando lá por perto (909), o primeiro capítulo, disponível no blog, do romance No Verão Fico Sempre Mais Nova.  
Quanto aos textos soltos propriamente ditos, aqueles escritos que vou afixando como se fossem recados numa cortiça, aqui fica o top 10. Muitos desses textos já foram os mais visitados do ano passado, mas o número de visitas subiu no termómetro das centenas e se na lista de 2012 usei como limite inferior para escolha as 170 visitas, este ano subo a fasquia para as 320:
1. E Esse Sono Que Não Desce (o estranho caso de uma criança sem sono): 689.
2. Once upon a time: BOB DYLAN - na cozinha da tradução dos Lyrics 1962-2001 (o making of da tradução de que falei acima): 687.
3. Sustenido (uma fotografia tirada em Bombaim): 509.
5. Hipótese Nula (poema): 427.
6. Calaram-se as Musas (obituário): 365.
7. Mão Morta (conto sobre um parto acidentado em Angola): 333.
8. Finalmente, ainda dentro das “+ de 320 visitas”, três dos episódios da saga familiar Vou-te Contar, a saber: Não há Duas Sem Três; Flagrantes da Vida Real; Alvoroço no Galinheiro.
E fico-me por aqui, que estas celebrações com números são sempre um bocado chatas.
© Fotografia de Pedro Serrano, Frankfurt (Alemanha), 2013.