14 junho 2011

Género feminino

Ontem, quando saí para jantar no Poeta com a Inês e o Mohsin, apanhei a lua, à boleia de uma nuvem transatlântica, a espreitar na esquina do meu apartamento aqui na cooperação portuguesa.  
Hoje, ainda não bem sete da manhã, o céu estava indeciso entre o chumbo e a prata. Indiferentes de todo, as acácias exibem-se à nossa frente em vermelho como pavões vegetais e deixam cair do regaço pétalas enganadoras como bagos de romã.






© Fotografias de Pedro Serrano, ilha de Santiago, Junho 2011.