28 outubro 2012

GATO PINGADO

Por volta do meio-dia, quando o sol de outono estava no seu pleno, tinham todos desaparecido, mas às nove da manhã, no gaveto sombrio, virado a norte e espalmado entre quatro paredes sombrias do Hospital de São João, contei sete. Gatos, luzidios, de ar bem tratado e alinhados em exclusividade sobre os tubos marcados com AQ, isto é: Ar Quente. Que nos outros nem um pingava para amostra.




© Fotografia: Pedro Serrano, Porto, Outubro 2012.