16 junho 2015

ONE DIRECTION: EM DEFESA DO PORTO

Sara Sampaio, a modelo do Porto que, prometendo o Verão eterno, invadiu por estes dias cartazes e outdoors trajando bikinis da Calzedonia, está a desencadear salvas de ataques de nervos nas redes sociais.
Parece que a rapariga anda enrolada, ou em vias de enrolanço, com um famoso rapaz inglês, vocalista de uma expoente banda pop do momento. Nada de novo à luz do sol, diríamos: nos anos 60, e só para apresentar um caso, Bob Dylan casou com uma moreníssima coelhinha da Playboy chamada Sarah Lowndes, com quem foi feliz, teve filhos, passou férias no Algarve, e imortalizou nas canções “Sad Eyed Lady of the Lowlands” e “Sara”.
Mas a gota de água, a que fez explodir uma cascata de comentários no Face e quejandos, foi a afirmação peremptória da relação entre a modelo e o cantor: a nossa Sara teria sido vista a deixar o hotel – onde na noite anterior entrara na companhia do sortudo – com a mesma roupa que usava na véspera, coisa inaudita num modelo em ascensão! O estabelecimento deste nexo causal irrefutável fez torcer de raiva e desespero tudo quanto são admiradoras de Harry Styles e toca de insultarem a tripeira em comentários emotivos.
É óbvio que ‘puta’ é o elogio mais frequente, mas, a mim, agradou-me sobretudo o desabafo de uma fã que – pelo tipo de comentário – imagino ser de país do norte da europa, desses cantos gelados onde habitam as fadas louras.
“Pensava que as portuguesas tinham bigode...”

Ah, minha ingénua amiga, claro que as portuguesas (como as espanholas – veja o exemplo de Penelope Cruz, as italianas e as gregas) podem ter bigode ou melhor aquela sugestão de buço que traz à memória uma lambuzadela de mousse de chocolate mal lambida do lábio superior. Mas isso, querida desalentada, é como a marca-de-água do charme tórrido das latinas e ao pobre Harry só restou fazer jus ao nome da sua banda e seguir aquela única One Direction.